Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Chamei por ti, viste e perguntas-te: "que queres?". Puxei-te para dentro, fechei a porta e disse-te: "a ti".

 

Subimos as escadas o mais depressa que conseguimos, não queríamos fazer barulho, afinal estava mais gente em casa.

 

Chegamos ao quarto, fechamos a porta. A roupa saltou tão rapidamente quanto conseguimos...

 

As tuas mãos seguram-me com força e percorreram o caminho que já tão bem conhecem. As minhas mamas, o meu pescoço, as minhas costas (uiiiiiiiiiiiiii)... A tua boca seguiu as tuas mãos.

 

Subimos para a cama, beijamos-nos, amamo-nos.

 

O despertador do telemóvel tocou, eram 7:30. Estava sozinha na cama, na nossa cama. E lembrei-me que afinal me tinhas respondido...

 

"Não me apetece"



publicado por sopro-do-coracao às 10:27
epa que esta lamentação até me faz corar o coração. Grande palerma, devia ser comigo. Até te fazia ver estrelas minha arrufadinha. Até tinhas um colapso tal o intenso prazer que que o meu corpo em desalinho te infligiria. fHUM, hum...

Visite-me que as tristezas não pagam dividas...

NewMe a 24 de Setembro de 2008 às 15:18

Obrigado
sopro-do-coracao a 25 de Setembro de 2008 às 10:21

amiga.
É o que dá contar um sonho, um desejo de mulher?
Se fosse um homem, talvez nem comentassem, ou diriam que sonhar faz parte do eterno viver.
Senti profundamente as palavras de uma mulher que se sente ignorada. Pode até ser apenas poesia, pode ser um devaneio da mente endiabrada, mas é um sentir de alma que me arrepia. Desejo que encontres um caminho, uma vereda ladeada de verdes flamejantes e flores encantadas que te desencantem para sorrires de amor.
Beijinhos de amigo
NEOABJECCIONISMO a 29 de Setembro de 2008 às 23:57



Oi!
Estou aki respondendo directamente do Brasil. Estou óptimo e feliz da vida.
E tu?
Que te aconteceu?

Um otimo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
estreladosul a 12 de Fevereiro de 2009 às 23:55

Olá Mário...

E que tal vão as coisas por aí?
Já ganhaste sotaque?

Que tudo de bom aconteça na tua vida.

Beijos
sopro-do-coracao a 18 de Fevereiro de 2009 às 14:36

Continue com a sua vida não deixe de a viver devido a momentos maus... Um dia todos iremos ser recompensados... Um dia choramos no outro já estaremos a rir...
Adorei o seu blog... Bjs
paty a 23 de Fevereiro de 2009 às 19:45

hummm..esse post podia chamr-se Doce ilusao,Sonhos desfeitos.ou o cumulo da insensibilidade....ve-se logo k nao era um vampiro......
vampirismos a 14 de Novembro de 2009 às 17:53

Não, não é um vampiro.

É alguém que me tem provocado muita dor, muita tristeza e criado muitas dúvidas sobre mim e sobre o que sou.

Mas ao mesmo tempo, alguém que eu amo mais do que às vezes acho ser razoável. Alguém que, apesar desta toda esta dor, não me consigo imaginar a viver sem.

Eu sei que é destrutivo, que me faz mal e que devia por um ponto final nisto. Mas não consigo. Falta de coragem, falta de amor próprio? Demasiada Ilusão? Talvez , mas eu ainda acredito que as coisas podem resultar.
sopro-do-coracao a 14 de Novembro de 2009 às 19:11

Desabafos de uma mulher de 30 e tal anos que agora já está nos entas
mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO