Terça-feira, 17 de Julho de 2007
Andando por aí, deparei-me com vários destes testes. Vai daí, e numa de curiosidade, resolvi fazer um também.

Este é o resultado.

Teste de personalidade



Como vê a vida... As montanhas, indicam que você é sobretudo prático, tem senso de justiça, os pés no chão e conquista as pessoas pela sua honestidade. Uma prova disso é a sua atitude quando alguém pede ajuda para resolver um problema. Antes de tomar qualquer partido, ouve as partes envolvidas.

(Esta parte parece que é verdade)


A pessoa dos seus Sonhos, A escolha do espelho mostra que não acredita que pólos opostos se atraem", isto em relação ao amor, e que, só vai sossegar quando encontrar a sua alma gémea, ou seja, uma pessoa que tenha os mesmos ideais que você.
Nada mais justo. Só que é bom olhar um pouco mais à volta, porque de repente a pessoa perfeita para si pode ser alguém para quem normalmente não olharia duas vezes.

(com esta não concordo muito...)


Será que quer um compromisso sério?... Tem outras prioridades, pelo menos por enquanto.

(com esta não concordo nada)


Os limites da Paixão... O lago reflecte o seu desejo de querer ver-se livre de relacionamentos superficiais. Porém, só quando encontrar alguém muito especial, é que vai mergulhar de cabeça.

(com esta concordo assim a assim... tem dias...)


Acerca do Futuro... Se viu a chave antiga, mostra que você tem garra e uma vontade ilimitada de aprender tudo o que puder e que vai atrás e luta pelos seus objectivos.

(com esta... não poderia concordar mais)


Quem é que não tem ambição? A cabana é a visão de uma pessoa realista sobre o seu próprio futuro e que tem os pés firmemente assentes no chão. E provavelmente vencerá em qualquer actividade usando o esforço próprio.

("pés firmemente assentes no chão"... lá está. Tem dias...)

 

Quando é que o sucesso chega? Entrar na casa é ter confiança em tudo o que faz, sabendo que existe sempre a possibilidade de errar ou acertar. Sendo assim, nada consegue atrapalhar o seu caminho.

(concordo!)


Medo de... Para si, que escolheu o urso , depender de alguém é a pior coisa que pode acontecer-lhe na vida. Na sua opinião, uma pessoa alcança a felicidade a partir do momento em que estiver pronta para andar com os próprios pés.


(verdade, verdadinha...)

 

O EU mais profundo... Se escolheu a lagoa , ela apenas reforça a sua necessidade de ter o seu próprio espaço, até para se isolar quando sente que as coisas não andam exactamente como tinha planeado. Chegará um dia em que você descobrirá que compartilhar os sentimentos com alguém da sua confiança poderá ajudá-lo a ficar melhor.


(o espaço faz-me muita falta. E o dia da descoberta já chegou.)


Parece que isto comigo não resultou lá muito...

Bem, se calhar até sou assim e não dei por nada.

Quem sabe?


sinto-me: curiosa
música: 13 mulheres - Expensive Soul

publicado por sopro-do-coracao às 15:53
Terça-feira, 10 de Julho de 2007
Já passaram duas semanas, desde que a minha princesa viveu o seu primeiro Não. Trabalhou arduamente durante 4 anos, mas principalmente neste último ano. Fez aulas de ballet todos os dias, Fez aulas de barra-chão 3 vezes por semana. Fez dieta durante 4 meses. E tudo isto, não para conseguir um lugar numa companhia de dança, mas sim um lugar numa escola de dança.

Confesso que não foi fácil. Nem para ela, nem para nós (pais), nem para nós (família). Não vou dizer que já passou. Seria mentira. Mas já está mais leve.

É muito complicado ver os nossos filhos a sofrer e não se poder fazer nada. É necessário que eles vivam as suas próprias dores. Que aprendam a sarar as suas feridas. Só assim se tornaram adultos responsáveis, confiantes e equilibrados.

Mas não os podemos deixar sozinhos nesse processo. É muito importante estarmos ao seu lado. Ajudá-los a criar os seu próprios processos de cicatrização. E (tentar) explicar-lhes o que lhes está a acontecer.

Em todo este tempo, tenho tentado explicar-lhe que por vezes (infelizmente mais do que se desejaria), não se consegue o que se procura, não por falta de competência, nem por falta de trabalho, empenho e esforço, mas porque alguém conhecia fulano de tal, que conseguiu meter uma cunha. Mas é muito difícil transmitir isso a um filho de 10 anos, sem que lhe transmitir a ideia que isso é o mais correcto. E que se agir assim no futuro vai ter um futuro brilhante. Não é esse tipo de ensinamentos que quero deixar aos meus filhos...

Tenho tentado fazê-la acreditar que, se pode ter muitas cunhas, mas que no futuro só triunfa quem tem verdadeiro talento, quem tem força de vontade, determinação e luta até fim pelo que acredita. E que é impossível chegar a ser-se um grande bailarino só porque se conhece fulano de tal. Até porque, artista, não é quem quer, é quem nasce.

sinto-me: Um bocadinho menos triste

publicado por sopro-do-coracao às 00:25
Desabafos de uma mulher de 30 e tal anos que agora já está nos entas
mais sobre mim
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO