Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Nunca uma desilusão me custou tanto a passar.

 

Sempre que chego a casa e olho para ti, lembro-me outra vez daquele fim de semana. E vejo que o teu comportamento não se alterou em nada.  

 

Eu afasto-me de ti, porque te quero forçar a uma atitude. Quero que notes que algo mudou e que me confrontes com isso.

 

As coisas entre nós estão tão estranhas, tão pesadas. E eu sinto-me tão perdida. Tão confusa.

 

 

 

 

 


sinto-me: perdida

publicado por sopro-do-coracao às 16:21
Desabafos de uma mulher de 30 e tal anos que agora já está nos entas
mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO