Sábado, 26 de Abril de 2008
Foi o mês passado que fez um ano que aqui cheguei. Confesso que nem me lembrei disso, até há uns dias. Estava numa conversa e mencionei este meu cantinho, e foi aí que me veio à memória que já tinha um ano.

Como não podia deixar de ser, resolvi fazer uma Demonstração de Resultados deste meu ultimo ano, afim de apurar o Resultado Líquido deste ano. Resolvi relembrar tudo o que de bom me aconteceu, e tudo o que de menos bom se passou.

Comecei pelas coisas menos boas....

- A minha relação com o meu marido esteve em sério risco. E muita coisa aconteceu à volta desta situação.
- Estive 4 meses sem trabalho, o que causou um forte abalo na tesouraria cá de casa (ainda me estou a recompor).
- Tive um emprego relâmpago (1 dia e meio), que terminou, porque eu não estava a dar o rendimentos esperado (pois...pois...).
- A minha princesa sofreu um grande desgosto, ao não entrar na escola que pretendia. E isto depois de anos de trabalho, e um ano de muito mais trabalho ainda.

Depois vieram as coisas boas...

- Iniciei este cantinho, e com ele "conheci" muita gente interessante e simpática. Com uns desenvolvi uma relação de amizade (virtual), com outros apenas troquei algumas palavras.
- Vi o meu menino crescer e evoluir, e tornar-se um rapazinho de 5 anos cheio de vida e de reguilice (como se espera).
- A minha princesa, cresceu e amadureceu. Fez a sua estreia como (aprendiz de) bailarina, num espectáculo com uma companhia de dança profissional. E teve a sua primeira experiência longe de casa.
- A minha relação, com o meu marido, está mais estável e próxima daquilo que eu preciso para ser feliz.
- Consegui, finalmente, um emprego num local agradável, e que me satisfaz.

Chorei e sorri.

Mas no final, ainda faltava fazer as contas, e verificar qual tinha sido o resultado...

Somei todas as coisas menos boas. E somei todas as menos boas. E subtrai umas às outras. No final, obtive um resultado liquido bastante favorável. Foi um bom ano.

Porque afinal de contas, sorri muito mais do que chorei.

sinto-me: Bem... muito bem
música: Edith Piaff - Non, je ne regrette rien

publicado por sopro-do-coracao às 17:32
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

  

 

A todos os que passam por aqui...

 

 

Aqueles que são especiais...

 

 

Um Santo e Feliz Natal.

 



publicado por sopro-do-coracao às 16:23
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007
Quando começamos a trabalhar num novo local, é suposto existir um período de adaptação ao novo local, aos novos colegas, ao novo trabalho, aos novos métodos, enfim... a um sem número de coisas.

Ora, esse período, é tanto ou mais longo, conforme a exigência das funções. Por isso mesmo, é que existem diversos prazos de período experimental, conforme o tipo de contrato de trabalho, que se elabore entre as partes. E, segundo julgo saber, esse período nunca é inferior a 15 dias.

Acontece, que me sucedeu, algo de muito estranho. Já para não falar de irreal.

Sou TOC , e mudei de local de trabalho, tendo iniciado a minha actividade nesse outro local, ontem. Ora, e como primeiro dia de trabalho, que foi, passei grande parte da manhã em conversa com o chefe, tendo sido conduzida ao meu local de trabalho, já bem perto da hora de almoço. Foram-me explicadas, algumas regras básicas do funcionamento das coisas. Assim, como me foi atribuído algo para fazer.

Fiz o que tinha a fazer, parei muitas vezes para questionar sobre uma ou outra coisa, sobre as quais tinha dúvidas. E chegado ao final do meu dia, vim para casa. Hoje, voltei, e retomei as actividades do dia anterior. Já fiz menos questões, mas ainda fiz algumas.

Bem, até aqui, nada de anormal. dirão vocês...Pois é... mas o "melhor", estava ainda para acontecer...

Hoje, depois da hora do almoço, fui interpelada pelo meu chefe, que me comunicou que estava dispensada, pois não estava a dar o rendimento esperado.

Mas que raio de rendimento, é esperado que alguém dê num dia e meio de trabalho? Alguém me explica!!!!

O que é suposto fazeres nos teus primeiros dias de trabalho, para dares o rendimento esperado????

Bem, e posto isto só me resta dizer que...

ESTE BATEU TODOS OS RECORDES DE VELOCIDADE!!!!

sinto-me: Desorientada

publicado por sopro-do-coracao às 17:43
Sábado, 11 de Agosto de 2007
Embora com alguns dias de atraso, cá estou eu a responder ao desafio que a infiel me deixou no seu blog.

Confesso que não tenho muito jeito para estas coisas, mas vou tentar revelar quais são as sete maravilhas da minha vida.

Pensei, pensei. E confesso que não consigo colocar ordem em algumas delas. Noutras, definitivamente consigo. Por isso, vou listá-las, primeiro as que tem ordem, e pela respectiva ordem. Depois, as outras. Numa versão "tudo ao molho".

Então, aqui vai...

Primeiro aquelas que tem ordem...

1. Os Meus Filhos

São sem qualquer sombra de dúvida a minha melhor obra. São a minha maior maravilha. Com eles, vivo o melhor de mim. Enfim, não há palavras. São os meus filhos, e pronto.

2. O Meu Casamento (e consequentemente o meu marido)

Temos dias melhores, temos dias piores.
(Agora estamos na fase dos dias melhores...)
Mas é aqui que encontro estabilidade, conforto e é claro... se não fosse o meu casamento, não tinha os meus filhos...

3. A Minha Casa

É o meu refúgio, o meu casulo. É aqui que recupero forças. É aqui que vivo o meu casamento e com os meus filhos...

Agora a parte do "tudo ao molho"

A Minha Família e Os Meus Amigos, porque são eles que me proporcionaram, e proporcionam ainda, as minhas memórias, as minhas histórias, as minhas dores, as minhas alegrias, enfim... que me oferecem tudo que faz de mim o que sou.

Os Meus Animais de Estimação, todos os que tenho e já tive. Mas principalmente os que tive na minha infância. Guardo com especial carinho, as recordações do meu cão (que me acompanhou desde a infância até ao meu casamento). As recordações do meu pinto, da minha codorniz, o meu pintassilgo e de todos os canários que alimentei (com um palito).

A Culinária, a que me dedico agora muito menos do que gostaria, mas que me dá um prazer enorme. Quando cozinho, esqueço-me do mundo...

Agora vem a parte de escolher "as próximas vitimas". Que serão enumeradas por ordem alfabética (acho que fica muito melhor assim).

Assim, as minhas "vítimas" são... (agora deveria ouvir-se o rufar de tambores)

-As incertezas de uma amante
-Barafundida
-Callaway
-Estela do Sul
-Gomesh
-Maaf
-Sextrip


Agora fico à espera de ver os resultados...


publicado por sopro-do-coracao às 10:35
Terça-feira, 17 de Julho de 2007
Andando por aí, deparei-me com vários destes testes. Vai daí, e numa de curiosidade, resolvi fazer um também.

Este é o resultado.

Teste de personalidade



Como vê a vida... As montanhas, indicam que você é sobretudo prático, tem senso de justiça, os pés no chão e conquista as pessoas pela sua honestidade. Uma prova disso é a sua atitude quando alguém pede ajuda para resolver um problema. Antes de tomar qualquer partido, ouve as partes envolvidas.

(Esta parte parece que é verdade)


A pessoa dos seus Sonhos, A escolha do espelho mostra que não acredita que pólos opostos se atraem", isto em relação ao amor, e que, só vai sossegar quando encontrar a sua alma gémea, ou seja, uma pessoa que tenha os mesmos ideais que você.
Nada mais justo. Só que é bom olhar um pouco mais à volta, porque de repente a pessoa perfeita para si pode ser alguém para quem normalmente não olharia duas vezes.

(com esta não concordo muito...)


Será que quer um compromisso sério?... Tem outras prioridades, pelo menos por enquanto.

(com esta não concordo nada)


Os limites da Paixão... O lago reflecte o seu desejo de querer ver-se livre de relacionamentos superficiais. Porém, só quando encontrar alguém muito especial, é que vai mergulhar de cabeça.

(com esta concordo assim a assim... tem dias...)


Acerca do Futuro... Se viu a chave antiga, mostra que você tem garra e uma vontade ilimitada de aprender tudo o que puder e que vai atrás e luta pelos seus objectivos.

(com esta... não poderia concordar mais)


Quem é que não tem ambição? A cabana é a visão de uma pessoa realista sobre o seu próprio futuro e que tem os pés firmemente assentes no chão. E provavelmente vencerá em qualquer actividade usando o esforço próprio.

("pés firmemente assentes no chão"... lá está. Tem dias...)

 

Quando é que o sucesso chega? Entrar na casa é ter confiança em tudo o que faz, sabendo que existe sempre a possibilidade de errar ou acertar. Sendo assim, nada consegue atrapalhar o seu caminho.

(concordo!)


Medo de... Para si, que escolheu o urso , depender de alguém é a pior coisa que pode acontecer-lhe na vida. Na sua opinião, uma pessoa alcança a felicidade a partir do momento em que estiver pronta para andar com os próprios pés.


(verdade, verdadinha...)

 

O EU mais profundo... Se escolheu a lagoa , ela apenas reforça a sua necessidade de ter o seu próprio espaço, até para se isolar quando sente que as coisas não andam exactamente como tinha planeado. Chegará um dia em que você descobrirá que compartilhar os sentimentos com alguém da sua confiança poderá ajudá-lo a ficar melhor.


(o espaço faz-me muita falta. E o dia da descoberta já chegou.)


Parece que isto comigo não resultou lá muito...

Bem, se calhar até sou assim e não dei por nada.

Quem sabe?


sinto-me: curiosa
música: 13 mulheres - Expensive Soul

publicado por sopro-do-coracao às 15:53
Desabafos de uma mulher de 30 e tal anos que agora já está nos entas
mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
28
29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO