Sexta-feira, 06 de Novembro de 2009

O meu menino hoje faz anos!! 

 

7!!!!!!!

 

 

Está um rapazinho crescido.

 

Quem o conheceu há quase 4 anos atrás e o vê agora não o reconhece.

 

Está mais confiante, mais autonomo.

 

Já está na escola, no 2º ano, e as coisas têm corrido bem. Fez uma boa aprendizagem da leitura e consolidou as competências matemáticas que já tinha. Está bem integrado na escola e na turma, e até tem alguns amigos.

 

Continua com pouca tolerância à frustação e sem saber esperar. Ainda é fascinado por comboios. Já tem menos comportamentos repetitivos e é menos preso às rotinas.

 

No entanto, as suas "particularidades" estão agora a começar a revelarem-se. A sua dificuldade ao nível da motorcidade fina está a atrapalhar a sua caligrafia, que é muitas vezes ilegível. A sua imaginação pouco fértil está a mostrar-se na hora de inventar frases que utilizem determinadas palavras. A sua dificuldade de concentração está a revelar-se na quantidade de erros nos ditados.

 

Desde o seu diagnóstico, até hoje, passaram quase 4 anos, e sem dúvida nenhuma que os progressos foram fantásticos.

 

Por tudo isto, o meu menimo está de PARABÉNS.

 

 

FELIZ ANIVERÁRIO MEU AMOR!!!!!!!!!!!!!!!!               

 

 

 

 

 


sinto-me: Em festa!!!!
música: Parabéns a Você

publicado por sopro-do-coracao às 15:39
Sábado, 26 de Abril de 2008
Foi o mês passado que fez um ano que aqui cheguei. Confesso que nem me lembrei disso, até há uns dias. Estava numa conversa e mencionei este meu cantinho, e foi aí que me veio à memória que já tinha um ano.

Como não podia deixar de ser, resolvi fazer uma Demonstração de Resultados deste meu ultimo ano, afim de apurar o Resultado Líquido deste ano. Resolvi relembrar tudo o que de bom me aconteceu, e tudo o que de menos bom se passou.

Comecei pelas coisas menos boas....

- A minha relação com o meu marido esteve em sério risco. E muita coisa aconteceu à volta desta situação.
- Estive 4 meses sem trabalho, o que causou um forte abalo na tesouraria cá de casa (ainda me estou a recompor).
- Tive um emprego relâmpago (1 dia e meio), que terminou, porque eu não estava a dar o rendimentos esperado (pois...pois...).
- A minha princesa sofreu um grande desgosto, ao não entrar na escola que pretendia. E isto depois de anos de trabalho, e um ano de muito mais trabalho ainda.

Depois vieram as coisas boas...

- Iniciei este cantinho, e com ele "conheci" muita gente interessante e simpática. Com uns desenvolvi uma relação de amizade (virtual), com outros apenas troquei algumas palavras.
- Vi o meu menino crescer e evoluir, e tornar-se um rapazinho de 5 anos cheio de vida e de reguilice (como se espera).
- A minha princesa, cresceu e amadureceu. Fez a sua estreia como (aprendiz de) bailarina, num espectáculo com uma companhia de dança profissional. E teve a sua primeira experiência longe de casa.
- A minha relação, com o meu marido, está mais estável e próxima daquilo que eu preciso para ser feliz.
- Consegui, finalmente, um emprego num local agradável, e que me satisfaz.

Chorei e sorri.

Mas no final, ainda faltava fazer as contas, e verificar qual tinha sido o resultado...

Somei todas as coisas menos boas. E somei todas as menos boas. E subtrai umas às outras. No final, obtive um resultado liquido bastante favorável. Foi um bom ano.

Porque afinal de contas, sorri muito mais do que chorei.

sinto-me: Bem... muito bem
música: Edith Piaff - Non, je ne regrette rien

publicado por sopro-do-coracao às 17:32
Domingo, 28 de Outubro de 2007
Têm sido dias de alegria, estes que tenho vivido...

Foi a minha menina que deu mais um pequeno passo rumo ao seu sonho. E o meu menino que me deu uma alegria imensa.

É como se costuma dizer... Depois da tempestade vem a bonança...

Andei muito preocupada com alguns comportamentos do meu filho. Tão preocupada, que recorri ao pedo-psiquiatra que o segue. O meu menino, tinha voltado às birras (que já quase tinha abandonado) e aumentado o seu comportamento agressivo. Não esbateu ainda esses comportamentos, mas já se encontrou uma causa para eles.
O meu filho, perdeu (durante as férias) algumas das regras que já tinha adquirido. Como tal, sente-se perdido e desorientado por isso. Este seu comportamento, é só um reflexo dessa perda. Vamos (eu e o pai)  ter que tomar algumas medidas (que não ser muito populares entre os avós), de forma a que o meu filho recupere as regras perdidas e com elas a estabilidade.

Bem... mas o que me trás aqui, não são estas coisas, mas sim a alegria que senti, quando questionei o meu filho sobre a festa do seu 5º aniversário (que está próxima), e sobre quem queria convidar para ela.

Ora, e ao contrário do que se passou no ano anterior, que não manifestou muito interesse nos preparativos da festa e que apenas quis convidar duas crianças da sua sala. Este ano, está a mostrar muito mais interesse na preparação da festa (quis escolher os desenhos a colocar nos convites, quis ajudar na sua elaboração, escolheu o boneco a colocar no bolo de aniversário e escolheu o local da festa), mas o melhor de tudo foi a parte em que o questionei sobre que amigos queria convidar para a sua festinha, e ele me respondeu... "todos os amigos da minha sala".

Ele pode, ainda, não brincar com eles todos  (mas já interage com todos, e já brinca com 3 ou 4). Mas o facto de ele os querer na sua festa de aniversário, para mim já é uma vitória.

sinto-me: Feliz com os meus meninos

publicado por sopro-do-coracao às 09:38
Desabafos de uma mulher de 30 e tal anos que agora já está nos entas
mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO